Ruminescências

Antes o tempo era verde
Tardes gordas e ensolaradas
Pasto farto
Grama tenra
Mornidão

Mas o sinal do ferro em brasa
Marcado na anca
Ardeu sob o sol
E trovejou
Indignação

Pensou-se em morrer
Ou em sumir
Mas só dor
Atroz
Desilusão

Carecia sair do lugar
Chover, molhar
Que sol?
Sinal?
Reflexão

Por algum recomeço
Exigiu-se começo
Algum meio
Enfim
Definição

Penso que ando ruminante
Nem o mundo perfeito
Nem o antiácido
Produz
Efeito
E não sei mais mugir

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>