Trans.versos

Imagem de Mara Medeiros

Nem sei me descrever
Minha vida é contada
Pelas mãos dos poetas do mundo
Em versos aleatórios
De Leminski, Neruda, Bandeira,
De Gullar, Drummond, Pessoa
E de tantos outros
Até contraditórios
Assim minha vida é escrita e ressoa
Entre sussurros e palavras
Em poemas imortais
Com tamanha precisão me contam
Esses poetas transversais
Que eu própria
Não conseguiria me descrever
Jamais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *